Use música clássica para diminuir o estresse de seu cão

As vibrações da música afetam diretamente o sistema límbico dos animais, que é a região do cérebro responsável pelas emoções

Banco de imagens @ iStock

O que não falta é cachorro com o nome Beethoven por aí, algo que se deve em parte ao divertido são-bernardo que estrelou um filme de mesmo nome na década de 1990. Um fato curioso é que a relação entre música clássica e cães não fica restrita somente a este longa.

Pelo menos é o que descobriram na Universidade Veterinária de Viena, na Áustria. Segundo os pesquisadores que participaram do estudo, as vibrações da música afetam diretamente o sistema límbico dos animais, que é a região do cérebro responsável pelas emoções.

Isso faz com que o coração dos pets altere seus batimentos para acompanhar a frequência musical. Com base nisso, os pesquisadores descobriram que ao ouvir música clássica a grande maioria dos pets tinha uma diminuição no nível de estresse.

Um abrigo para cães e gatos desabrigados na cidade de Wingfield, na Austrália, tem adotado esse método em sessões de música clássica para acalmar os animais.Segundo Leanne Page, administradora do abrigo, os cães latem menos e ficam mais abertos a aprender boas maneiras.

Quem sabe não chegou a hora de você criar uma playlist com músicas de Bach, Mozart e do próprio Beethoven para tornar a vida do seu pet muito mais feliz, não acha?